Aldeias

Castelo

Trancoso

Trancoso

Com uma privilegiada implantação geográfica, o castelo, tal como a povoação, tem as suas origens na Alta Idade Média. A primeira referência ao mesmo data de 936, onde se menciona a conquista do castelo de Tarankūša pelo vizir Yahyà b. Ishãq, e desde então foi palco de várias batalhas, assumindo-se como uma das fortificações mais importantes da região. Destes períodos mais recuados (sécs. IX-XI), o castelo conserva ainda a Torre de Menagem, que, pela sua antiguidade e estado de conservação, é um dos ex-libris da arquitectura militar portuguesa. Não obstante, na atualidade, o castelo apresenta uma traça de características eminentemente góticas, sendo composto pela Torre de Menagem e por cinco torreões retangulares dispostos ao longo de uma cerca tendencialmente retangular. No interior do recinto, a que se acede por uma única porta, existe um poço-cisterna e a cortar o pano de muralha nascente subsistem ainda as ruínas de uma antiga capela, edificada no séc. XVI. Foi classificado como Monumento Nacional em 1921.