Aldeias Históricas de Portugal

Dörfer

Casa romana de átrio

Idanha-a-Velha

Idanha-a-Velha

Leider ist der Eintrag nur auf Europäisches Portugiesisch und Amerikanisches Englisch verfügbar. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the default language of this site. Sie können einen Link anklicken, um zu einer anderen verfügbaren Sprache zu wechseln.

Uma moderna estrutura de betão estrutura de betão protege uma estreita parcela de uma habitação romana escavada no âmbito da construção do Arquivo Epigráfico. Trata-se das ruínas de uma vivenda urbana (domus) pertencente a uma família de elevado nível económico e estatuto social. A casa foi construída nos finais do século I d. C. e virá a conhecer o seu fim com a construção da muralha. O fragmento aparente é parte do átrio (atrium), um pátio coberto, ladeado por duas divisões (alae) separadas por um corredor. O átrio dispunha de uma abertura (compluvium) que permitia a entrada de luz e a recolha das águas pluviais num tanque (impluvium), com colunas nos cantos para suporte do travejamento do telhado. Neste tipo de habitação, o átrio constituía o centro da vida doméstica, mas também o lugar de receção, nomeadamente nas relações de patrocínio com os clientes vinculados ao dono da casa.