Aldeias Históricas de Portugal

Pueblos

Representação pétrea do “Beijo Eterno”

Sortelha

Sortelha

Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Portugal y Inglés Estadounidense. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the default language of this site. You may click one of the links to switch the site language to another available language.

Conta-se que, certa noite, uma hoste de mouros cercou a fortaleza de Sortelha, para recuperar aquele sítio estratégico. No castelo, encontravam-se o alcaide, sua mulher e sua filha, uma donzela formosa.
- “Que lindo homem !”, exclamou ela, seguindo-o com os olhos
- “Que Linda Mulher !”, pensou o mouro do alto das muralhas.
A partir daquele momento, nem um nem o outro deixaram de pensar em encontrar-se.
Por isso, o chefe mouro prometeu a liberdade a um prisioneiro cristão, com as condições que ele impôs:
- “Falarás a sós com a donzela e abrir-lhe-ás a porta.”
A mãe da jovem, que diziam ser feiticeira, apercebeu-se que alguma coisa se passava nessa noite.
Os amantes estavam junto às muralhas e beijavam-se.
- “Malditos ! Eu vos amaldiçoo e vos transformo em pedra !” – gritou a feiticeira.
E os dois, abraçados, lábios com lábios, ficaram petrificados. E assim permaneceram, para sempre.